Profa. Dra. Guadalupe será beatificada

No dia 18 de maio haverá em Madrid a Beatificação de Guadalupe Ortiz de Landázuri. Uma das primeiras mulheres do Opus Dei e foi um grande apoio a São Josemaria Escrivá.
Formada na Faculdade de Química em 1940, começou a trabalhar como professora em dois colégios. Em 1944, encontrou-se com São Josemaria Escrivá, fundador do Opus Dei, que lhe descortinou um panorama novo para a vida espiritual. A partir deste momento, Guadalupe dedicou-se totalmente à sua vocação como numerária do Opus Dei.
Destacou-se pelo seu desejo de amar a Deus e dá-Lo a conhecer aos outros. Passava longos períodos de oração diante do sacrário. Tinha muita devoção a Nossa Senhora, especialmente à Virgem de Guadalupe.
A pedido do Fundador do Opus Dei, começou o trabalho apostólico no México em 1950, onde permaneceu até 1956. Ali deu início a várias residências para estudantes, uma escola agrícola e outras iniciativas.
Uma doença cardíaca reduziu a sua dedicação aos trabalhos externos mas não o seu sorriso. Recuperando-se de uma intervenção cirúrgica, em 1958 retorna a Madrid. Ali desenvolveu um projeto de doutorado no Departamento de Quimica do Laboratório do Estado-Maior da Armada. A sua pesquisa experimental teve como foco as cinzas de casca de arroz como isolante refratário. No dia 8 de julho de 1965 defendeu a sua tese e foi aprovada com distinção e louvor (cum laude).
Dedicou-se à docência durante 10 anos e, pela admiração que despertava, foi convidada a ser diretora do Instituto onde lecionava. Por conta da limitação da sua saúde recusou este cargo, embora lhe custasse realizar este gesto.
Faleceu em Pamplona em 16 de julho de 1975. Muitas pessoas a têm como modelo de santidade e recorrem à sua intercessão diante de Deus. No dia 4 de maio de 2017, o Papa Francisco declarou a heroicidade de suas virtudes.
O milagre da beatificação foi a cura instantânea em 2002, de Antonio Jesús Sedano Madrid, de 76 anos, de um tumor maligno de pele próximo ao olho direito.


A sua Beatificação será um grande bem para a Igreja, em especial para todas as pessoas que participam da formação do Opus Dei e procuram a santidade na vida acadêmica de pesquisa e docência.
Por conta do evento no dia 18 de maio, teremos uma programação especial no Castelo. Fique de olho!!





https://opusdei.org/pt-br/video/documentario-sobre-guadalupe-ortiz-de-landazuri/




Saiba mais

Curso de Antropologia na Unicamp

O Curso de Antropologia chega à sua 4ª edição e neste ano desenvolveremos o tema da Moral, a Liberdade e a Virtude. Questionando os elementos do sentido da existência humana, apresentamos os temas que despertam inquietação.
O professor deste curso é o Henrique Elfes, ensaísta, editor.
As aulas acontecerão às quartas-feiras em uma sala de aula na Unicamp e serão utilizados conceitos de filosofia. As datas e os temas são os seguintes:


08 / maio     Qual o sentido de tudo? Que sentido faz para mim?
15 / maio     Somos livres?
22 / maio     Basta cumprir a lei, certo?
29 / maio     Maturidade: administração da própria vida
05 / junho    Tristeza não tem fim, felicidade sim?


Professor: Henrique Elfes

Saiba mais

Estabelecendo uma base perto da Unicamp

A DECS - Desenvolvimento Educacional, Científico e Social, mantenedora do Centro Cultural do Castelo, firmou um contrato de aluguel de uma sala comercial no dia 18 de fevereiro. Esta sala, denominada "Escritório DECS", localiza-se no Centro Empresarial das Palmeiras (Avenida Dois), 5 minutos a pé do Restaurante Universitário (RU).
Nos meses de Março e Abril, o "Escritório" foi bem utilizado para os círculos de formação e direção espiritual para os universitários, que gostaram muito do espaço. Projetamos em breve começar ali aulas de doutrina católica e quem sabe novas iniciativas de atendimento aos universitários.
Contamos com as orações e colaboração de todos para conseguirmos atender muitos que pedem e necessitam de formação.

Saiba mais